15 de mar de 2012

Profissional

Tinha um consultório chique na Oscar Freire e métodos nada ortodoxos de cura. R$500,00 a consulta e nenhum convênio.

Na placa, alguma terapia de nome complicado. Na sala, as mais diversas práticas sexuais com os pacientes. De todos os sexos.

Os amigos de infância se encontraram na sala de espera. Primeiro veio a inveja de quem seria atendido primeiro. 

No olhar, a dúvida se ela aplicava no outro o mesmo remédio dele. Depois a possibilidade de marcarem os 2 o mesmo horário. 

Ela entendeu e atendeu o desejo. A partir daí viu a chance de curar mais pessoas em menos tempo. Três delas de uma vez, no caso.

Só assim pra dar conta da clientela que dobrou de tamanho.

Nenhum comentário: